Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sara in Wonderland

Qua | 25.06.14

Crianças e as suas histórias

girl

 

Não existe nada mais fantástico que as histórias das crianças. Quando se trata em inventar histórias elas são do que melhor que há e por vezes muito detalhistas. 

Ainda me lembro quando decidi fazer um jogo com as crianças na creche, onde eu dei o inicio (como o "Era uma vez", uma personagem ou mesmo o local inicial da acção) e a partir desse momento elas começaram a inventar. Isso é um óptimo jogo para trabalhar a criatividade da criança. Não pude esquecer quando nessa mesma história criaram um dragão dourado chamado Dente, e que esse mesmo dente era apaixonado por um duende que adorava dentes. Onde a princesa adormeceu, o príncipe acordo-a com um beijo de amor mas ela quando acordou deu um "passou-bem" e escolheu no final ficar com o anão. 
Histórias fantásticas que quase parecem telenovelas. Não se pode ficar indiferentes com estas histórias, uma delas foi uma história que vi que a minha irmã Inês tinha escrito. Achei-a espectacular e por isso vou deixar-vos aqui a história, que confusa ou não, vem de uma criança e dou muito valor a isso.

 

Era uma vez...

 

Era uma vez um rei chamado Flow. Ele andava sempre a dizer "Era uma vez...". Sempre que dizia "Era uma vez", toda a gente dizia:

- Pronto, vai contar uma história.

Toda a gente já estava farta da sua história, ainda por cima era sempre a mesma. Até que um dia ele percebeu.

- Mas toda a gente já está farta da minha história?

O rei reuniu todo o povo e disse:

- Senhores e senhoras, venho informar que já não vou contar mais histórias até eu já estou farto.

A partir daí ele nunca mais voltou a contar as suas histórias e o povo fez uma festa.

 

Moral da história: " Não sejas repetitivo que enjoa" 

 

Uma pequena história saída daquela cabecinha, meio confusa mas que quando li achei tanta piada. Ah! É só para dizer que ele não faz ideia que coloquei isto aqui, assim que descobrir provavelmente vai-me me dar com a almofada. Mas Inês, isto tinha que ser partilhado.

 

E vocês, contem-me a histórias que as vossas crianças contam? Devem ser fantásticas, confusas mas fantásticas. A verdade é que são histórias tão boas que nós adultos não entendemos, mas as crianças percebem e isso é que interessa.

 

São os nossos pequenos génios! ♥

 

10 comentários

Comentar post