Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sara in Wonderland

31
Mar20

Conto Infantil - A Borboleta Bia

Porque no fim de tudo, vamos aprender a agradecer!

♥ Sara

CAPA.jpg

Nos tempos que correm, decidi meter as "mãos na massa" e dar aquilo que sei fazer a todos os que estão em casa. Dar principalmente um publico "alvo" que estou tão habituada em interagir. Crianças. 
Decidi fazer alguns vídeos com histórias, actividades e aprendizagens para todas as crianças de berçário, creche e jardim de infância que estão em casa com os seus papás. No fundo, ajudar os pais a arranjarem formas de distrair as suas crianças numa época que está a ser tão difícil para todos nós! 

Como já alguns sabem e tenho tenho exposto por aqui, trabalho num colégio e é nas minhas crianças que me inspiro para vocês possam fazer o mesmo com as vossas.

E a primeira partilha (pública na verdade!) é...

No vídeo conta a história de uma borboleta chamada Bia. Bia adorava voar alegremente, até que um dia encontra uma sábia árvore que ensina-me como é importante estarmos gratos pelas pequenas coisas que a vida nos dá.

No fundo, partilhei esta história porque acho que enquadra-se perfeitamente para os dias de hoje. Porque depois de tanta luta e quando este vírus maldito se for embora, todos nós iremos dar mais valor nas pequenas coisas, como simplesmente ver o sol nascer todos os dias e ai sim, seremos gratos por tudo! Principalmente, por sairmos vivos deste momento tão triste que estamos a viver. 

Enquanto ao vídeo, desculpem a qualidade que não é a melhor mas quero muito ir melhorando tudo isso. Até porque tive um problema no programa de edição de vídeos do computador e tive que fazer pelo telemóvel. Mas acho que o importante é na verdade, a mensagem que transmite e para quem realmente é! 

Antes de ir, deixo aqui umas fichas que de certa forma estão relacionadas com a história. Tratando-se de desenhos para pintar para os mais pequenos e grafismos para os mais crescidos! 

borboleta pintar.jpg

grafismo arvore.jpg

grafismo borboleta.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Quem quiser que envie estas fichas, basta enviar-me um e-mail para sarainwonderland.blog@gmail.com
que enviarei para vocês imprimirem para os vossos filhotes!! 
Espero que tenham gostado e se quiserem acompanhar mais histórias, actividades e DIY basta seguirem o canal do Youtube! Entretanto, também irei colocar o vídeo na barra lateral do blog de forma a verem sempre que sair um vídeo novo! 
E agora que não podemos dar nem beijos e abraços desejo-vos toda a força do mundo, porque juntos somos mais fortes...

assinatyraSS.jpg

 

 

07
Jan19

O Inverno pode ser divertido com neve caseira

♥ Sara

Olá Inverno, como as crianças gostam de ti.
Gostam de ti? Com este frio como podem gostar de ti?
Gostam, mas gostam porque podemos ensinar coisas tão divertidas, podemos ver coisas divertidas e as suas actividades são de arrancar gargalhadas. Quem disse que não podem ir brincar na rua? Quem disse que o Inverno pode ser monótono e as suas cores eram escuras? Enganou-se, porque o Inverno pode ser divertido e tão colorido. No post de hoje, vou mostrar uma actividades que realizamos na sexta-feira com as nossas crianças. Fez sucesso, elas adoraram e aprenderam um pouco mais sobre o Inverno.
Começámos por descobrir o frio do Inverno com um pouco de gelo. Não só trabalhamos o Inverno, como um pouco os sentidos.

 

12
Mai18

O que aprendi na minha profissão

♥ Sara

capa.jpg

Olá fadas e elfos, voltei a minha "estaca inicial" e falar daquilo que realmente quero e gosto. Ou simplesmente dizer que falo daquilo que quero e não porque os outros gostam, acho que para gostarem daquilo que escrevo eu tenho que gostar primeiro, é como dizia o outro "Se eu não gostar de mim, quem gostará?!"

Hoje vou partilhar o que aprendi na minha profissão, como devem calcular pela fotografia trabalho numa creche/jardim de infância e aprende-se tanto nela! Muitos pensam que a nossa profissão é só e simplesmente "brincar com os miúdos", mas não é bem assim! Brincamos, pois claro, assim qual seria a felicidade das crianças se o próprio educador não lhes dava atenção? Mas somos muito mais que isso, por isso partilho com vocês algumas coisas que aprendi, juntamente com algumas fotografias dos meus melhores momentos no meu emprego (com as caras das crianças devidamente tapadas e no fim, deixo alguns "memes" engraçados que encontrei ao longo da Internet relacionados com esta profissão, mas que são das puras verdades. Querem vir conhecer tudo isto? Vamos então começar por...

O aprendi na minha profissão:

  1. - Começo pelo principal, nesta profissão aprendemos a ter paciência... muita paciência! Daquele género de paciência, que até já temos direito a um grande altar no céu à nossa espera. Paciência ao ponto de que nunca irás parar ao Inferno. Porquê? Pelas birras, gritos (vai chegar a um ponto que gritos torna-se música de fundo e já não faz confusão!) e temos que ser sinceros (e desculpem aos pais que lêem isto, mas não são todos!) temos que ter também paciência para os pais! Acabamos por ter tanta paciência, que já não levamos nada a mal (pelo menos, eu sou assim. Já não levo a mal e tento ver o lado deles.)
  2. - Realmente aprendi que a creche e jardim de infância é a fase mais importante de uma criança. Desde o aprender a andar, ao socializar e a brincar. O pegar num lápis, a pintar e a desenhar. Aprender a pegar na colher e comerem sozinhos. Aquelas pequenas coisas que se aprende numa creche e jardim de infância que não se aprende numa escola, mas que estas sim! Vão servir para a vida toda.
  3. - Aprendi que por muito mau que o teu dia tenha começado, quando chegas ao teu trabalho terás sempre aqueles sorrisos e abraços há tua espera a dizerem "Tinha saudades tuas" ou o simples olhar que o diz (servindo para aqueles que ainda não falam assim tão bem!). Todos aqueles dias maus tornam-se sempre um dia bom.
  4. - Outro importante, é que todos os dias aprendemos algo novo. Todos os dias são diferentes e todas as crianças são diferentes! Cada uma tem o seu crescimento, não podemos e não devemos "obrigar" uma criança a crescer e ser aquilo que não é. A criança tem que ser livre e só assim irá aprender!
  5. - Aprendi que as acções simples como oferecerem um simples desenho cheio de rabisco, é a melhor coisa que podemos receber no mundo. Na verdade, é a mais importante que recebemos pois são sinceros e cheios de amor.
  6. - Nesta profissão voltamos a ser crianças e soltamos a criança que há em nós. O que faz que sejamos mais felizes pois revivemos aquela época que nos deixa saudades!
  7. - Aprendi a ter orgulho em mim, por ter ensinado aquela criança que era dita "difícil" a ser feliz e perceber que não era tão difícil assim, mas sim na verdade, incompreendida e que precisava de alguém ao seu lado. Orgulho de ver bons resultados no futuro da criança.
  8. - Aprendi a ter resposta para tudo, como por exemplo "Sara, porquê que a cadeira se chama cadeira?". Complicado, mas arranjamos sempre respostas.
  9. - Tornei-me mais observadora e mais atenta ao que me rodeia.
  10. - Se eu pensava que era criativa, depois de trabalhar nesta área... Superei a minha criatividade.
  11. - Aprendi que além de escrever, amo na verdade contar histórias e fazer aquelas vozes malucas das personagens.
  12. - Aprendi a ser ainda mais beijoqueira e tornei-me daquelas "tias chatas" da nossa infância. Afinal, também lá cheguei de certa forma.
  13. - Aprendi a ter melhor memória, não só através do olhar, mas por incrível que pareça através de cheiros.
  14. - Reconheço as coisas das crianças através do cheiro "Ah! Esta camisola é do Manel" ou "Este boneco é da Maria".
  15. - Mesmo não sendo mãe, tornei-me uma "mãe leoa" para com as minhas crias. Não falem mal delas, serei das primeiras a saltar em cima.
  16. - Aprendi a poupar e a reciclar todos os materiais e aproveitar cada bocadinho para fazer trabalhos fantásticos
  17. - Aprendi que quando era pequenina o "dia da mãe" ou "dia do pai" era super divertido, mas hoje em dia, são os dias mais trabalhosos durante todo o ano lectivo que me ocupa um mês inteiro.
  18. - Aprendi que podemos fazer grandes amizades que podem ficar para toda a vida, tanto com os pais e as crianças que nos ficam no coração, como com os nossos colegas que se tornam de certa forma irmãos.
  19. - Aprendi a ser "mãe", enfermeira, manicura, cabeleireira, cozinheira, contadora de histórias, fotografa, escritora, encenadora, palhaça e novamente criança.
  20. Mas principalmente aprendi a ser agradecida pelo trabalho que tenho e o orgulho que tenho dele.
  21. Por fim, aprendi que até em adulta levo trabalhos de casa. Porque é sempre bom aprender ainda mais para ensinar, é sempre bom pensar em actividades divertidas mas que ensinem, é bom levar aqueles trabalhos que temos que acabar de colar ou cortar e também muitas horas a frente do computador para tudo ficar perfeito para as crianças mas também para os papás.

E aprendi muito mais, na verdade era para ser um post com "5 coisas que aprendi na minha profissão" mas acabou por ser "O que aprendi na minha profissão". Mas ainda tinha muito mais para falar!

Mas como podem imaginar, temos sempre momentos tão maravilhosos. Ver uma criança crescer é do mais maravilhoso que existe, mas vê-la partir para outra escola também sofremos horrores. Quando chega o final do ano (principalmente quando estou em jardim-de-infância) é chorar de forma a ficar com a cara "deformada" de tanto chorar, mas quando eles nos vêem visitar é do mais mágico que é e também um momento de muito orgulho. Mas é isso que vou mostrar, momentos de orgulho, momentos inesquecíveis que ainda guardo. Momentos do passado até agora ao presente. Já estive com jardim-de-infância, mas estou numa nova fase. A minha antiga turma já se foi embora e mudei-me para berçário e sou apaixonada pelas minhas Nuvenzinhas que irei ver com todo o orgulho crescer!

(Atenção, algumas destas fotografias a qualidade não é a melhor pois são tiradas com o telemóvel. Infelizmente não tenho um todo XPTO ainda para isso!)

montagem.jpg

montagem0.jpg

cats.jpg

mod.jpg

Como devem imaginar, tinha "milhentas" fotografias para partilhar mas por aqui vamos ficar. Acho que podia acrescentar, que neste graças a este trabalho as minhas frases saem quase sempre a rimar! 
Mas para finalizar, deixo aqui algo que é simplesmente verdade para quem trabalha na área. Digam lá senhoras Educadoras de Infância e senhoras Auxiliares de infância se não é das puras das verdades?

 

meme1.jpg

meme2.jpg

meme3.jpg

Três momentos para reflectir de como é o nosso dia-a-dia. Musgamis/Eva, colas e muita oferta de material para fazer coisas lindas e maravilhosas para os vossos filhotes, é a melhor coisa que nos podem dar e para a nossa criatividade. 

Pequeno-almoço esquecido, por vezes nem tempo para beber água temos (apesar de acharem o contrário). Quantas vezes eu levo lanche e por vezes quando saiu as 19h é que me lembro que tenho o lanche e como pelo caminho!

E sim, aqueles restos de brilhantes que trago todos os dias para casa dão um certo destaque aos meus lindos dentes. 

Ser educadora é assim, é ter uma vida cheia de brilho e muita magia! Atenção, este post vale para a equipa de trabalho: Educadora e Auxiliar, porque ambas se completam, porque uma educadora não vive sem a auxiliar e nem a auxiliar sem a educadora! Ambas são importantes e ambas passam pelo mesmo... até pelos brilhantes que destacam os dentes.

 

Para terminar este post que me deixou tão inspirada, termino com uma citação:

Educar é a mais bela e complexa arte da inteligência!

Mas antes de mais, deixo esta citação que tanto gosto para quem tem filhotes:

Atrás de cada criança que acredita em si mesma. Está uma família que acreditou primeiro!

- Matheu L. Jacobson

 

Espero que tenham gostado, pois aprendi que se escrevermos sobre aquilo que gostamos o post sairá mais sincero! 
Obrigada,

assinatura sara.jpg

 

perfil blogger.png

 

instagraaam.jpeg

 

TWITTER.jpeg

 

youyube.jpeg

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

floree.jpg