Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sara in Wonderland

16
Jun18

Segundo aniversário do afilhado - Peter Pan

♥ Sara

CAPA.JPG

Foi no dia 1 de Junho mas foi no dia 2 que festejámos o segundo aniversário do meu afilhado André. Andei a preparar a festa desde Abril e tive a sorte de conseguir fazer a festa no meu local de trabalho, o que fez que com que houvesse ainda mais diversão para as crianças que foram a festa.

O tema foi de uma história que me diz tanto, uma história das nossas infâncias e que agora em adultos nos faz pensar "Como a personagem tinha razão em não querer crescer." como já devem ter percebido, o tema foi o Peter Pan onde conseguimos trabalhar também o quanto é bom ser criança e também a Mãe Natureza. Um tema que tem tudo haver comigo, com a mãe dele (que é a minha melhor amiga) e claro, o principal, o aniversariante André.

IMG_1794.JPG

Começamos com os mimos para os convidados, no final da festa os convidados levaram um saquinho de serapilheira que tinha um chapéu do Peter Pan, com uma pena grande e vermelha colado no sapo. Dentro do saco, estava um íman feito de azulejo de recordação sobre o tema da festa criado por mim:

received_10155503181928317.jpeg

 Partimos para a decoração. Joguei com plantas falsas para dar um ar de "Terra do Nunca", com troncos para inspirar na natureza e uns toques de dourado. Como terra do Nunca que era, não podia faltar o baú pirata, a fada sininho e também a famosa sombra do Peter Pan! 

IMG_1799.JPG

 

IMG_1801.JPG

 A moldura em madeira para dar um toque rústico, mas com uma frase que serve para o André levar para a sua vida "All you need faith, trust e a little pixie-dust" ou como quem diz " Só precisas de fé, verdade e um pouco de pó de fada" 

IMG_1803.JPG

 

IMG_1806.JPG

 

IMG_1807.JPG

 

IMG_1808.JPG

 

IMG_1809.JPG

A famosa frase do Peter Pan "Never Grow Up" (Nunca pares de crescer) não poderia faltar e um balão enchido a hélio com o formato do número 2 e em dourado também não podia faltar. A mesa principal usámos para ser a mesa das "porcarias" onde as crianças podiam ser crianças e ficarem felizes com os doces, enquanto que havia uma mesa a parte com outras comidas um pouco mais "saudáveis".

corcodilo.JPG

Não podia deixar de destacar o doce mais divertido, as gomas em forma de crocodilo. Uma personagem muito importante na história do Peter Pan, mas uma personagem que o Capitão Gancho dispensava na sua vida. 

IMG_2033.JPG

Para as crianças, como todos os aniversários (ou quase todos) não podíamos deixar de ter um chapéu para os festejos. Por isso, decidimos criar chapéus de aniversário inspirados no Peter Pan. Usámos cartolina brilhante verde e fizemos as penas em cartolina vermelha. Os convidados vieram todos com uma peça de roupa verde para condizer com o tema.

IMG_1879.JPG

Para fotografia, usámos a mesa principal como fundo da fotografia mas decidi criar uma moldura com umas letras infantis, mas com aspecto de Terra do Nunca. Usei papel ceda verde e cartolina brilhante dourada para as letras. 

Tinha uma corda para pendurar e mais tarde usar como uma moldura. Irei construir com a moldura (sim, ainda a tenho aqui em casa para depois oferecer a mamã do aniversariante) com algumas fotografias da festa. Afinal de contas, será uma boa recordação para jamais esquecer!

IMG_1823.JPG

IMG_2031.JPG

O bolo de aniversário era de brigadeiro e foi inspirado no Pinterest. Quem o fez foi o pai da cunhada da minha melhor amiga e além de estar perfeito, estava também delicioso!

be.JPG

No meio de tanta coisa, posso dizer que os convidados saíram satisfeitos, eu saí de coração cheio por saber que o objectivo foi alcançado e o mais importante... a família saiu muito feliz deste evento.

Posso dizer que estou a pensar abrir um loja para eventos. Tomei o gosto, correu bem e já não é o primeiro que crio! Vou juntar-me a mais duas amigas e quando tivermos as ideias em ordem terei todo o gosto de serem os primeiro a saberem de tudo. 

 

O que acharam? Gostaram do tema? Posso dizer que o terceiro aniversário já está a ser trabalhado, calma! Só estou a reunir ideias e desta vez, é um tema completamente o oposto deste e se este era a cara da mãe o próximo será a cara do pai (mas sempre com os gostos da criança)!

assinatura sara.jpg

 

12
Mai18

O que aprendi na minha profissão

♥ Sara

capa.jpg

Olá fadas e elfos, voltei a minha "estaca inicial" e falar daquilo que realmente quero e gosto. Ou simplesmente dizer que falo daquilo que quero e não porque os outros gostam, acho que para gostarem daquilo que escrevo eu tenho que gostar primeiro, é como dizia o outro "Se eu não gostar de mim, quem gostará?!"

Hoje vou partilhar o que aprendi na minha profissão, como devem calcular pela fotografia trabalho numa creche/jardim de infância e aprende-se tanto nela! Muitos pensam que a nossa profissão é só e simplesmente "brincar com os miúdos", mas não é bem assim! Brincamos, pois claro, assim qual seria a felicidade das crianças se o próprio educador não lhes dava atenção? Mas somos muito mais que isso, por isso partilho com vocês algumas coisas que aprendi, juntamente com algumas fotografias dos meus melhores momentos no meu emprego (com as caras das crianças devidamente tapadas e no fim, deixo alguns "memes" engraçados que encontrei ao longo da Internet relacionados com esta profissão, mas que são das puras verdades. Querem vir conhecer tudo isto? Vamos então começar por...

O aprendi na minha profissão:

  1. - Começo pelo principal, nesta profissão aprendemos a ter paciência... muita paciência! Daquele género de paciência, que até já temos direito a um grande altar no céu à nossa espera. Paciência ao ponto de que nunca irás parar ao Inferno. Porquê? Pelas birras, gritos (vai chegar a um ponto que gritos torna-se música de fundo e já não faz confusão!) e temos que ser sinceros (e desculpem aos pais que lêem isto, mas não são todos!) temos que ter também paciência para os pais! Acabamos por ter tanta paciência, que já não levamos nada a mal (pelo menos, eu sou assim. Já não levo a mal e tento ver o lado deles.)
  2. - Realmente aprendi que a creche e jardim de infância é a fase mais importante de uma criança. Desde o aprender a andar, ao socializar e a brincar. O pegar num lápis, a pintar e a desenhar. Aprender a pegar na colher e comerem sozinhos. Aquelas pequenas coisas que se aprende numa creche e jardim de infância que não se aprende numa escola, mas que estas sim! Vão servir para a vida toda.
  3. - Aprendi que por muito mau que o teu dia tenha começado, quando chegas ao teu trabalho terás sempre aqueles sorrisos e abraços há tua espera a dizerem "Tinha saudades tuas" ou o simples olhar que o diz (servindo para aqueles que ainda não falam assim tão bem!). Todos aqueles dias maus tornam-se sempre um dia bom.
  4. - Outro importante, é que todos os dias aprendemos algo novo. Todos os dias são diferentes e todas as crianças são diferentes! Cada uma tem o seu crescimento, não podemos e não devemos "obrigar" uma criança a crescer e ser aquilo que não é. A criança tem que ser livre e só assim irá aprender!
  5. - Aprendi que as acções simples como oferecerem um simples desenho cheio de rabisco, é a melhor coisa que podemos receber no mundo. Na verdade, é a mais importante que recebemos pois são sinceros e cheios de amor.
  6. - Nesta profissão voltamos a ser crianças e soltamos a criança que há em nós. O que faz que sejamos mais felizes pois revivemos aquela época que nos deixa saudades!
  7. - Aprendi a ter orgulho em mim, por ter ensinado aquela criança que era dita "difícil" a ser feliz e perceber que não era tão difícil assim, mas sim na verdade, incompreendida e que precisava de alguém ao seu lado. Orgulho de ver bons resultados no futuro da criança.
  8. - Aprendi a ter resposta para tudo, como por exemplo "Sara, porquê que a cadeira se chama cadeira?". Complicado, mas arranjamos sempre respostas.
  9. - Tornei-me mais observadora e mais atenta ao que me rodeia.
  10. - Se eu pensava que era criativa, depois de trabalhar nesta área... Superei a minha criatividade.
  11. - Aprendi que além de escrever, amo na verdade contar histórias e fazer aquelas vozes malucas das personagens.
  12. - Aprendi a ser ainda mais beijoqueira e tornei-me daquelas "tias chatas" da nossa infância. Afinal, também lá cheguei de certa forma.
  13. - Aprendi a ter melhor memória, não só através do olhar, mas por incrível que pareça através de cheiros.
  14. - Reconheço as coisas das crianças através do cheiro "Ah! Esta camisola é do Manel" ou "Este boneco é da Maria".
  15. - Mesmo não sendo mãe, tornei-me uma "mãe leoa" para com as minhas crias. Não falem mal delas, serei das primeiras a saltar em cima.
  16. - Aprendi a poupar e a reciclar todos os materiais e aproveitar cada bocadinho para fazer trabalhos fantásticos
  17. - Aprendi que quando era pequenina o "dia da mãe" ou "dia do pai" era super divertido, mas hoje em dia, são os dias mais trabalhosos durante todo o ano lectivo que me ocupa um mês inteiro.
  18. - Aprendi que podemos fazer grandes amizades que podem ficar para toda a vida, tanto com os pais e as crianças que nos ficam no coração, como com os nossos colegas que se tornam de certa forma irmãos.
  19. - Aprendi a ser "mãe", enfermeira, manicura, cabeleireira, cozinheira, contadora de histórias, fotografa, escritora, encenadora, palhaça e novamente criança.
  20. Mas principalmente aprendi a ser agradecida pelo trabalho que tenho e o orgulho que tenho dele.
  21. Por fim, aprendi que até em adulta levo trabalhos de casa. Porque é sempre bom aprender ainda mais para ensinar, é sempre bom pensar em actividades divertidas mas que ensinem, é bom levar aqueles trabalhos que temos que acabar de colar ou cortar e também muitas horas a frente do computador para tudo ficar perfeito para as crianças mas também para os papás.

E aprendi muito mais, na verdade era para ser um post com "5 coisas que aprendi na minha profissão" mas acabou por ser "O que aprendi na minha profissão". Mas ainda tinha muito mais para falar!

Mas como podem imaginar, temos sempre momentos tão maravilhosos. Ver uma criança crescer é do mais maravilhoso que existe, mas vê-la partir para outra escola também sofremos horrores. Quando chega o final do ano (principalmente quando estou em jardim-de-infância) é chorar de forma a ficar com a cara "deformada" de tanto chorar, mas quando eles nos vêem visitar é do mais mágico que é e também um momento de muito orgulho. Mas é isso que vou mostrar, momentos de orgulho, momentos inesquecíveis que ainda guardo. Momentos do passado até agora ao presente. Já estive com jardim-de-infância, mas estou numa nova fase. A minha antiga turma já se foi embora e mudei-me para berçário e sou apaixonada pelas minhas Nuvenzinhas que irei ver com todo o orgulho crescer!

(Atenção, algumas destas fotografias a qualidade não é a melhor pois são tiradas com o telemóvel. Infelizmente não tenho um todo XPTO ainda para isso!)

montagem.jpg

montagem0.jpg

cats.jpg

mod.jpg

Como devem imaginar, tinha "milhentas" fotografias para partilhar mas por aqui vamos ficar. Acho que podia acrescentar, que neste graças a este trabalho as minhas frases saem quase sempre a rimar! 
Mas para finalizar, deixo aqui algo que é simplesmente verdade para quem trabalha na área. Digam lá senhoras Educadoras de Infância e senhoras Auxiliares de infância se não é das puras das verdades?

 

meme1.jpg

meme2.jpg

meme3.jpg

Três momentos para reflectir de como é o nosso dia-a-dia. Musgamis/Eva, colas e muita oferta de material para fazer coisas lindas e maravilhosas para os vossos filhotes, é a melhor coisa que nos podem dar e para a nossa criatividade. 

Pequeno-almoço esquecido, por vezes nem tempo para beber água temos (apesar de acharem o contrário). Quantas vezes eu levo lanche e por vezes quando saiu as 19h é que me lembro que tenho o lanche e como pelo caminho!

E sim, aqueles restos de brilhantes que trago todos os dias para casa dão um certo destaque aos meus lindos dentes. 

Ser educadora é assim, é ter uma vida cheia de brilho e muita magia! Atenção, este post vale para a equipa de trabalho: Educadora e Auxiliar, porque ambas se completam, porque uma educadora não vive sem a auxiliar e nem a auxiliar sem a educadora! Ambas são importantes e ambas passam pelo mesmo... até pelos brilhantes que destacam os dentes.

 

Para terminar este post que me deixou tão inspirada, termino com uma citação:

Educar é a mais bela e complexa arte da inteligência!

Mas antes de mais, deixo esta citação que tanto gosto para quem tem filhotes:

Atrás de cada criança que acredita em si mesma. Está uma família que acreditou primeiro!

- Matheu L. Jacobson

 

Espero que tenham gostado, pois aprendi que se escrevermos sobre aquilo que gostamos o post sairá mais sincero! 
Obrigada,

assinatura sara.jpg

 

mais sobre mim.jpg

contacto.jpg


Fada(s)





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



WOOK - www.wook.pt
Top blogs de receitas

db9e4af1-e5c5-42f8-a4a6-4d9c383cf5e8.png

parceriaaqi.jpg